Home / noticias-geral / Vereadores enviam carta de repúdio à Reforma da Previdência
O grupo foi recebido na sala de reuniões pelo vereador e presidente da Câmara Alex Batista (PV) e pela vereadora Maria Ângela Coelho (PT).
O grupo foi recebido na sala de reuniões pelo vereador e presidente da Câmara Alex Batista (PV) e pela vereadora Maria Ângela Coelho (PT).

Vereadores enviam carta de repúdio à Reforma da Previdência

Um grupo de professores da rede estadual esteve na última quinta-feira na Câmara Municipal e pediram apoio aos vereadores para encaminhar a carta aos deputados.

VIRGINÓPOLIS – Para debater sobre as desvantagens da Reforma da Previdência proposta pelo Governo Federal e buscar apoio dos vereadores, professores das escolas estaduais de Virginópolis estiveram na última quinta-feira na Câmara Municipal. O grupo foi recebido na sala de reuniões pelo vereador e presidente da Câmara Alex Batista (PV) e pela vereadora Maria Ângela Coelho (PT). Os professores solicitaram uma carta de repúdio à Reforma destinada aos deputados federais que obtiveram votos no município de Virginópolis, como forma de pressioná-los a se posicionarem contra a proposta do Governo. Após o encontro, os vereadores presentes mostraram-se solidários à causa defendida pelos profissionais da Educação e buscaram ajuda aos demais que também assinaram a carta, já enviada aos deputados na última quarta-feira.

Na ocasião, o grupo debateu os principais pontos da Reforma, com especial atenção à condição de idade mínima de 65 anos e 49 anos de contribuição para aposentadoria integral de homens e mulheres de qualquer profissão. Os professores expuseram a insatisfação da comunidade virginopolitana com a Reforma, demonstrada através de duas manifestações populares ocorridas nos dias 15 e 31 de abril na praça principal da cidade. Estas foram organizadas pelos profissionais da Educação e contaram com a participação de pais, alunos, sindicatos, trabalhadores do comércio, funcionários da saúde, entre outros. O objetivo principal do movimento consistiu em demonstrar o descontentamento da população com a proposta do Governo de modificar o texto da Constituição Federal que trata da Previdência Social.

Os professores consideraram muito proveitosa a visita. O professor Flaviano Chaves avaliou que este encontro com o representante do legislativo local, proporcionou à todos presentes, um momento de diálogo, onde cada um do grupo expôs seu posicionamento de insatisfação com as atitudes dos deputados que os representam. “Diante de suas ações na aprovação de leis, os nossos deputados poderão levar a população a sofrer de maneira desoladora danos ligados ao social e o econômico, gerando assim um estado de pobreza crônica, para a população do município de Virginópolis. Uma vez que a maior parte da arrecadação municipal e regional provém de vencimentos da aposentadoria, e é o assunto que está em debate no país. Levando toda a população a momentos de paralisações, greves, manifestações e vários movimentos de luta contra a reforma da previdência e a retirada de direitos que são primordiais para toda a população.”

Por Denise Fidelis
Assessoria de Comunicação

Veja Também

IMG_7949

Abaixo-assinado resultou em pavimentação de ruas no Paquetá

VIRGINÓPOLIS – Um abaixo-assinado feito em janeiro, o qual solicitava a pavimentação das ruas José ...